Notícias

Niterói terá pólo econômico voltado para pesca e indústria naval.

12/08/2020 - 23 mil vagas de emprego para Niterói - RJ.

noticias

As imediações do Canal de São Lourenço, na Região Portuária de Niterói, estão próximas de ter o visual completamente repaginado. Além de uma revitalização na paisagem, a localidade deve se tornar um gigante pólo econômico, com abertura de milhares de vagas de emprego. Três grandes intervenções estão programadas para serem postas em prática ao longo dos próximos anos. São elas a reinauguração do Mercado Municipal, prevista para novembro; a implementação de um entreposto pesqueiro; e a dragagem do Canal de São Lourenço, cujo objetivo é desenvolver o setor naval naquela região. Além dos empreendimentos citados anteriormente, naturalmente estão previstas obras de revitalização no entorno. Esforços que, somados, marcam a retomada de uma localidade que, por anos, ficou subutilizada. De acordo com o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Luiz Paulino Moreira Leite, serão gerados cerca de 23 mil empregos diretos. "Nós temos três projetos que são grandiosos. Em termos de retomada da economia, mas também para a empregabilidade que vai gerar, que podem trazer para a cidade tranquilamente 20 mil empregos para a indústria naval e o Mercado que vai gerar em torno de 3 mil empregos", disse. Ainda segundo o secretário, o investimento necessário para o andamento das obras é obtido por meio de alianças entre a Prefeitura e empresários, que são as tradicionais parcerias público-privadas (PPPs). Para ele, o incentivo do governo é fundamental para garantir a competitividade da cidade na economia. "São parcerias público-privadas, o governo tem que gastar porque você, por exemplo, não vai montar uma empresa em Niterói sabendo que em Curitiba tem um incentivo para ela. O governo tem que ser o primeiro a dar o crédito porque se ele não investir o investidor não entra", explicou. Mercado Municipal Feliciano Sodré Dos três empreendimentos, o que está mais próximo de iniciar suas atividades é o Mercado Municipal Feliciano Sodré, previsto para novembro. No dia 11 agosto, a Prefeitura de Niterói e o Consórcio Novo Mercado farão o lançamento virtual do empreendimento, com o objetivo de atrair comerciantes e produtores interessados em se estabelecer no local. Segundo Luiz Paulino, a expectativa é de que todas as 180 lojas estejam ocupadas já na inauguração. De acordo com o secretário, a demanda pelos espaços no Mercado Municipal deve superar a quantidade de vagas disponíveis nesta primeira fase de lançamento do empreendimento. "Eu acho que, após o lançamento, o mercado estará todo vendido. Tem muita gente interessada e isso aí é uma coisa que será marcante nacionalmente. Todas as cidades importantes do mundo têm o seu mercado e o que vai se fazer ali será melhor. A princípio irá faltar espaço", afirmou Luiz Paulino. O edifício da Avenida Feliciano Sodré, que abrigou, de 1930 a 1976, o Mercado Municipal da cidade e depois passou a ser o Depósito Público Estadual, está recebendo um trabalho meticuloso e feito com cuidado para manter todas as características da arquitetura neoclássica do lugar. O imóvel faz parte de um conjunto arquitetônico da região portuária de Niterói. Com uma área de cerca de 9.700 metros quadrados, o local estava desativado há cerca de 30 anos. A Prefeitura de Niterói municipalizou o mercado e lançou a PPP (Parceria Público Privada) para a revitalização. A ideia é que o local se transforme em um dos principais espaços gastronômicos, de cultura, lazer e turismo do Estado do Rio de Janeiro. Em uma segunda fase, serão construídas uma nova praça e um centro cultural e edifício garagem com 300 vagas. Todo o local contará com medidas de sustentabilidade, como o uso da luz natural, reaproveitamento de água de chuva e telhado verde. A Prefeitura e o consórcio Novo Mercado, vencedor da licitação, firmaram uma PPP para a reforma e gestão do espaço por 25 anos. O investimento do consórcio será de R$ 69 milhões em três anos, sendo R$ 30 milhões na reforma do atual prédio. Dragagem do Canal de São Lourenço Luiz Paulino aponta para a importância da dragagem do Canal de São Lourenço, cujo objetivo é retomar o desenvolvimento do setor naval em Niterói. Segundo o secretário, o empreendimento irá propiciar que empresas especializadas em manutenção de embarcações se instalem na cidade. "Sobre a dragagem, agora em outubro vamos fazer a concorrência desta obra. É uma concorrência internacional, que não é algo simples de se fazer. Tem suas condicionantes, suas licenças. Vamos trazer de volta barcos maiores para fazer reformas aqui em Niterói e toda aquela pujança no reparo e construção naval", disse. Ainda de acordo com o secretário, o potencial de Niterói para a atividade é muito grande e não há outro lugar no Brasil tão preparado para a indústria naval. "O Brasil não tem uma área, uma região tão preparada para isso. O pólo naval brasileiro está em Niterói, inclusive a Esquadra Naval da Marinha está aqui", complementou. Entreposto pesqueiro Completando o pólo econômico também será implantado o Entreposto de Pesca na cidade. A Prefeitura está elaborando um plano para a captação de empresas interessadas em investir no empreendimento, que será aos moldes de grandes mercados como os existentes em Nova York, Paris, Portugal e Japão. Luiz Paulino explica que a atividade pesqueira é muito forte em Niterói, sendo a segunda maior do Brasil, perdendo apenas para Itajaí, em Santa Catarina. O secretário afirma que a diferença entre os municípios é que lá são utilizados terminais privados e aqui será implementado um terminal público. "Não é só descarregar o pescado. Nós vamos descascar, limpar, selecionar e colocar para vender aqui. Serão vendidos através de um leilão eletrônico. Nessa atividade hoje, Niterói é a segunda no Brasil, só perde para Itajaí, por pouca diferença. Só que lá são terminais privados e aqui faremos um terminal público", explicou. No estado, Niterói é a líder com produção média anual de 31.400 toneladas, seguida por Angra dos Reis com 31 mil toneladas e Cabo Frio com 17.250. A região de mar aberto próximo a Niterói é considerada uma das melhores de todo o país, já que produz pescados nobres, como robalo. "A gente trazendo esses barcos de volta [do Rio, mas que estão descarregando em Itajaí] Niterói volta a ser a primeira. Aqui vai ser o grande point da colocação desse produto não só para o Brasil, mas para o mundo todo. Esse porto vai ter SIF (Serviço de Inspeção Federal) e poderá exportar", ressaltou o secretário. A planta foi elaborada para uma área de 6.548 m quadrados. O local terá prédio principal, para comercialização, fábrica de gelo, área para expedição e box para recepção de pescados junto ao cais, expedição rodoviária, área das docas, além de espaços para lojas, restaurantes e entretenimentos. O local fica na Avenida do Contorno, próximo à Ponte Rio-Niterói. Empregos indiretos Além dos cerca de 23 mil empregos diretos que serão proporcionados pelos três empreendimentos, Luiz Paulino ressaltou a possibilidade de inúmeros empregos indiretos que poderão surgir. Ele explica que empresas privadas deverão ter interesse em se instalar nos arredores do pólo econômico. "É incalculável no momento, primeiro porque são três coisas inéditas. Imagina o que terão no entorno do mercado de depósitos de frutas, atacadistas, depósitos de flores. Imagina os carros de entrega, motoboys, movimenta uma economia. A dragagem irá trazer novas oficinas, novas fábricas. Com o entreposto terão que vão embalar camarão, filé", destacou o secretário. Segundo Luiz Paulino, existem até mesmo empresários interessados em reativar o antigo Moinho Atlântico. "Já tem gente interessada em colocar o moinho para funcionar para fabricar farinha de trigo. Vai ser a farinha mais barata do Brasil, o navio encosta e já vai triturado", contou. De acordo com o secretário, todos os três empreendimentos estarão concluídos até o final de 2021.




Fonte: O Fluminense

Outras Notícias

Justiça autoriza obras para construção do Porto de Jaconé, em Maricá (RJ).

Um projeto que há mais de 10 anos não sai do papel pode se tornar realidade em breve. O Governo do Estado do Rio de Janeiro conseguiu um...

Região Portuária do Rio terá o ‘Porto Maravalley’

De acordo com o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação, Chicão Bu...

NA RIO OIL & GAS, MINISTRO DE MINAS E ENERGIA PREVÊ INVESTIMENTOS DE US$ 415 BILHÕES NOS PRÓXIMOS 10 ANOS EM O&G

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, participou na noite desta segunda-feira da cerimônia de abertura da feira Rio Oil & Gas 2020. Em sua fa...

Varejistas aceleram investimentos em logística e aplicativos. Entenda a disputa e o futuro do e-commerce

SÃO PAULO – O e-commerce brasileiro teve uma alta de quase 57% nas vendas nos primeiros oito meses do ano — totalizando R$ 42 bilh&...

Na crise, empresas migram para galpões.

Pequenos lojistas de shopping center e distribuidores de produtos de moda, por exemplo, encontraram uma forma mais barata e prática para econom...

Alta do e-commerce impulsionou a busca por espaços de distribuição; empresários antecipam investimentos para atender nova demanda

Enquanto a maior parte dos setores econômicos despencou para o vermelho em meio à pandemia do novo coronavírus, o de locaç&...

CEO da IDB Brasil garante investimento em Maricá em carta enviada às autoridades

CEO da IDB Brasil garante, em carta às autoridades, permanência do projeto MARAEY, com investimentos de R$ 11 bilhões em Maricá Emilio Izquierdo Merlo re...

Comperj: Empresas com isenção de ICMS devem gerar 3.500 empregos para população local, da construção à operação

De acordo com a Lei 8.707/2020 — sancionada pelo governador Wilson Witzel e publicada no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro desta terça-feira (dia...

Comperj: empresas terão que gerar empregos para todas as fases

As empresas que recebem isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) - por integrarem o Com...

Avanço do comércio online faz de Cajamar a “Faria Lima dos galpões”.

A competição acirrada entre varejistas do comércio eletrônico tem aquecido o mercado de galpões logísticos e ...